Iniciativa prepara os participantes para o mercado de trabalho em São Carlos (SP), recondiciona computadores e destina resíduos para reciclagem

Promover a inclusão digital e capacitar jovens da periferia de São Carlos (SP) para o mercado de trabalho por meio da reciclagem de lixo eletrônico é o objetivo do projeto Reciclatesc. A iniciativa é do Nosso Lar, entidade sem fins lucrativos que oferece acompanhamento e atividades educativas a crianças, adolescentes, jovens e seus familiares.

O Reciclatesc existe desde 2009 com oferta de curso básico de informática para os participantes – 80 passaram pelas aulas. Neste ano, em parceria com a Fundação Banco do Brasil e investimento de R$ 61 mil, a capacitação para jovens a partir de 16 anos vai ensinar a recuperar computadores e também como fazer montagem de rede e de pequenos servidores com os sistemas operacionais Linux e Windows.

"Percebemos que há falta de gente preparada no mercado para montar servidores para pequenas empresas e organizações. E decidimos formar mão-de-obra para isso", explicou o coordenador e professor do projeto, Newton de Almeida Silva. Com o recurso foram comprados novos computadores, impressoras e materiais para recondicionar os equipamentos.

Reuso e reciclagem
Os computadores são doados ao Reciclatesc por universidades, empresas e pessoas físicas. Após uma triagem inicial, os equipamentos seguem dois caminhos diferentes: o do recondicionamento pelos alunos ou a separação dos componentes para a reciclagem, daqueles que não têm recuperação.

O projeto já distribuiu cerca de 250 computadores recondicionados a organizações de assistência social de São Carlos. Para reciclagem, são encaminhados em torno de 50 toneladas de lixo eletrônico ao ano, uma forma de reduzir o impacto ambiental que seria gerado por substâncias tóxicas presentes neste tipo de material. Quem estiver na região de São Carlos e quiser doar equipamentos usados para o Nosso Lar, basta ligar para (16) 3377-9800.

Voluntariado BB
Iniciativas de entidades sem-fins-lucrativos podem seguir o exemplo acima para receber recurso da Fundação BB por meio do Programa Voluntariado BB-FBB. As inscrições da nova chamada interna vão até 16 de fevereiro e devem ser feitas por meio de um voluntário e funcionário do Banco do Brasil, da ativa ou aposentado, cadastrado no Portal do Voluntariado.

A seleção busca apoiar iniciativas que promovam a cidadania, geração de trabalho e renda, cuidado ambiental, educação, cultura, esporte e saúde. A Fundação BB fará investimento social de R$ 3 milhões para apoiar propostas com orçamentos entre R$ 50 mil e R$ 100 mil.

Conheça aqui a Chamada 2018.

A divulgação deste assunto contempla três Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

01ods 100x100 08ods 100x100 010ods 100x100      

 

 

 

Publicado em Notícias

Entidades com projetos de inclusão social para população mais vulnerável podem se inscrever por meio de um funcionário voluntário do Banco do Brasil

A Fundação Banco do Brasil lança nesta terça-feira, 2, nova chamada interna do Programa de Voluntariado BB FBB. Projetos sociais desenvolvidos por entidades sem fins lucrativos que contam com a atuação de um voluntário e funcionário do Banco do Brasil podem participar da seleção. As inscrições vão até 16 de fevereiro de 2018.

O Programa tem foco nos projetos voltados a grupos que compõem a base da pirâmide social, públicos de políticas governamentais, em situação de vulnerabilidade social, principalmente jovens e mulheres. A seleção busca apoiar iniciativas que promovam a cidadania, geração de trabalho e renda, cuidado ambiental, educação, cultura, esporte e saúde. A Fundação BB fará investimento social de R$ 3 milhões para apoiar projetos com orçamentos entre R$ 50 mil e R$ 100 mil.

Os voluntários interessados devem enviar, à uma agência do Banco do Brasil, uma proposta simplificada que descreva objetivo, valor proposto, público-alvo e número de participantes. O voluntário BB precisa estar cadastrado no Portal do Voluntariado.

Conheça aqui a Chamada 2018

Iniciativas de sucesso
As seleções anteriores do Programa Voluntariado BB FBB apoiaram diversas iniciativas. Um exemplo é o projeto Ecotrilhas Serrinha, desenvolvido no Distrito Federal pelo Instituto Oca do Sol, voltado para a ampliação do ecoturismo e a conscientização ambiental para preservar o cerrado, conta com o apoio de R$ 61 mil do Voluntariado BB FBB. Entre as ações previstas estão a estruturação de seis trilhas - três na Serrinha do Paranoá e três na região do Lago Norte - e a capacitação de voluntários e multiplicadores no combate a incêndios.

Outro exemplo é o Cordas em Concerto, firmado em parceria com a Associação Simonense de Cultura - SOS Cultura, com ações realizadas em São Simão (SP), tem o propósito de democratizar a música erudita entre crianças e jovens do município. O projeto recebeu apoio de R$ 68 mil que proporcionaram a continuidade de aulas de violino, violoncelo, viola erudita e contrabaixo para os 50 participantes.

A divulgação deste projeto contempla três Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

06 ods100x100 011 ods 100x100 015ods 100x100

Publicado em Notícias