Mostrando itens por marcador: esg

 portal abertura Enc Inv soc 1157 por 605

O evento tem como objetivo conectar empresas privadas com o terceiro setor

A Fundação Banco do Brasil realizou na última semana o Encontro de Investidores Sociais 2022, que contou com a participação de grandes investidores BB Private, e empresas como Azul Linhas Aéreas, Brasil Agro, Fiat (Grupo Stellantis) e outras. O objetivo do evento foi aproximar e fortalecer o relacionamento com empresas parceiras da Fundação BB, clientes BB do segmento atacado e clientes BB Private que têm potencial interesse em iniciar ou ampliar o investimento social.

Foi apresentada aos participantes a atuação da Fundação BB, que é o braço social do Banco do Brasil,  com destaque para o impacto positivo na vida de 6 milhões de pessoas, nos últimos 10 anos. Nesse período, foram apoiados 8 mil programas, projetos e ações em mais de 2.000 municípios brasileiros, somando um investimento social de R$ 2,7 bilhões.

Após abertura com o Coral de Crianças refugiadas do IKMR, os mais de 100 convidados e convidadas assistiram uma palestra de Rachel Maia - executiva, empreendedora social e membro do Conselho de Administração do BB - sobre “Compartilhamento de conhecimentos e experiências no terceiro setor e setor privado com ênfase na importância da mobilização de investidores sociais para a transformação da realidade das pessoas.”

portal final Enc Inv soc 1157 605 edit

No segundo momento da noite, estiveram juntos para uma roda de conversa: Eveline Veloso Susin – Presidente da Fundação BB, Iêda Cagni – Presidente do Conselho de Administração do BB, Alcione Albanesi – Idealizadora e Presidente dos Amigos do Bem, Cloves Carvalho - Diretor Presidente Instituto Votorantim, André Guillaumon - Diretor Presidente da BrasilAgro, e Fernando Elias – Relações com a Comunidade para Stellantis América do Sul. Entre tantas histórias valiosas, prevaleceu a reflexão sobre colaboração e sinergia das ações com impacto na transformação social dos brasileiros.

Para encerrar o evento*, com o apoio da BB DTVM e BrasilPrev, foi oferecida uma apresentação exclusiva da Orquestra Sinfônica Brasileira, que trouxe ainda mais sensibilidade social para a ocasião.

Aspas Eveline   223 por 284

Para Eveline Veloso Susin, presidente da Fundação BB, "no ano de 2021 trouxemos novos parceiros para a Fundação que nos possibilitaram, entre outras ações, mobilizar volume expressivo de recursos para enfrentamento da Covid-19.  Neste momento pós-pandemia, muito tem se perguntado sobre como será o comportamento do Investimento Social Privado. Nós entendemos que a cooperação e a colaboração entre os setores público e privado e o terceiro setor é o melhor caminho para buscarmos a sustentabilidade dos investidores sociais e o aumento do impacto das ações".  

"A Fundação BB tem experiência e conhecimento para promover esta sinergia de ações e o sucesso deste encontro traduz esta oportunidade de conectar propósitos em prol de uma agenda de transformação social", destaca Eveline.  

O presidente do BB e do Conselho Curador da Fundação BB, Fausto Ribeiro, gravou um vídeo reforçando a atuação do BB, por meio da sua Fundação, na promoção de projetos sociais, ambientais e de campanhas emergenciais.

Assinatura de parceria na área de saúde

Para registrar o valor transformador das parcerias, foi assinado o Protocolo de Intenções entre a Fundação BB e a Sociedade Israelita Brasileira Albert Einstein, que tem como objetivo promover a saúde em locais desassistidos por meio da telemedicina. Para Fausto Ribeiro, em meio a tantos desafios temos também a oportunidade de valorização de vidas e transformação de realidades. Ele destacou a importância de estimular o diálogo entre o setor público e privado para a atuação conjunta em favor dos mais vulneráveis.   

Parcerias para uma agenda ASG no BB  

Com base nas premissas ASG, vale destacar algumas ações promovidas pelo Banco do Brasil e empresas que fazem parte do conglomerado com foco na integração entre negócios, transformação social e sustentabilidade, como por exemplo:  

BB Ações Sustentabilidade, fundo administrado pela BB DTVM que repassa parte da taxa de administração para a Fundação BB apoiar projetos socioambientais.  

Brasilprev JGP ESG 100 FIC, um fundo de previdência exclusivo para clientes Private que repassa parte da taxa de administração para a Orquestra Sinfônica Brasileira.

*O evento contou com o apoio da BB DTVM e Brasilprev.

 

Publicado em Notícias
Quarta, 13 Abril 2022 10:56

Legado para as próximas gerações

Portal Semeando 1157 x 605

 BB DTVM e Fundação BB lançam projeto de compensação de CO2 emitido pela gestora pelos próximos 10 anos 

O Parque Municipal da Pedra Branca, no Rio de Janeiro, foi o cenário para o inicio do projeto Net Zero BB DTVM - Semeando a Biodiversidade. A iniciativa tem o propósito de remoção de gás carbônico (CO2) da atmosfera por meio de recomposição da vegetação nativa em propriedades de agricultores familiares e pequenos produtores rurais.

O lançamento do projeto foi o passo inicial nesta parceria, que realizará o plantio de 4 mil mudas na região e está diretamente conectada com o desenvolvimento econômico sustentável, ao mesmo tempo que proporcionará a compensação de CO2 emitido pela gestora em suas atividades pelos próximos 10 anos, aproximadamente.

O plantio proporcionará a construção de um corredor vegetal de 10 hectares no parque, área equivalente a 14 campos de futebol. As mudas selecionadas buscam ampliar a biodiversidade e, ainda, contribuir para a geração de emprego e renda de cerca de 180 famílias dos pequenos produtores rurais, com o cultivo de espécies frutíferas.

A parceria envolve também o trabalho da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater – Rio), que é a executora e responsável pela metodologia e cálculo do sequestro de carbono proveniente da área restaurada. Os integrantes da Agro Verde Cooperativa de Produtores Rurais participam do projeto, realizando o plantio nas áreas de suas propriedades que se encontram degradadas e foram previamente destacadas na etapa de levantamento técnico.

Eveline plantio 1   724 por 487

A presidente da Fundação BB, Eveline Veloso Susin, destacou que o BB - banco mais sustentável do mundo - e a BB DTVM promovem o desenvolvimento sustentável ao conjugar resultado econômico, cuidado ambiental e o fortalecimento da sociedade. Além disso, agradeceu a parceira BB DTVM ressaltando: “A história da Fundação é construída a partir de valores que tem como alicerce as melhores práticas de governança, ética e integridade e da cooperação e convergência de recursos e esforços obtida por meio as parcerias público-privadas e terceiro setor, que nos permitem ampliar os impactos de nossas ações em prol da transformação socioambiental do nosso país. A BB DTVM é um parceiro valioso da Fundação Banco do Brasil", declarou.

Aroldo no palco   1157 x  661

Para Aroldo Medeiros, diretor-presidente da BB DTVM, o plantio é a realização de um sonho e um legado para as próximas gerações. “O Net Zero BB DTVM é um marco para a gestora, que iniciou o seu compromisso com os aspectos ASG (Ambiental, Social e de Governança Corporativa) em 2010, ao assinar os Princípios para o Investimento Responsável (PRI, na sigla em inglês). Durante essa trajetória também olhamos para os nossos fundos de investimento, que hoje são guiados pela prática de responsabilidade socioambiental. Atualmente, 94% dos ativos do nosso portfólio estão alinhados aos critérios de sustentabilidade e nossa meta é chegar a 100%”.

Antonio Barreto 1157 por 605

Antônio Barreto Júnior, vice-presidente de Governo e Sustentabilidade Empresarial do Banco do Brasil, participou do lançamento do projeto e parabenizou as instituições parceiras por apoiarem iniciativa diretamente alinhada com os 10 compromissos declarados/firmados pelo Banco do Brasil para um futuro sustentável. “O Banco do Brasil está comprometido com a redução e compensação das emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), em ser carbono neutro e em apoiar os clientes na transição para uma economia de baixo carbono. Mais do que ser um dos bancos mais sustentáveis do mundo, queremos apoiar nossos clientes na transição para um portfólio mais sustentável e gerar valor para a sociedade e meio ambiente. É dessa forma que enxergamos o nosso papel transformador!”

Sequestro de carbono

Objetivo: reduzir impactos do efeito estufa;

Atividade produtiva apoiada: agricultura (plantio direto e rotação de culturas);

Atividade socioambiental: plantio de mudas para recuperar áreas degradadas para o fortalecimento ecossistêmico e promoção de produtos da sociobiodiversidade;

Como funciona: as plantas cultivadas na agricultura e as árvores que irão surgir com as mudas plantadas realizam por meio da fotossíntese a captura/absorção de gás carbônico da atmosfera e seu armazenamento seguro no solo.

Participaram do evento de lançamento do projeto representantes da Secretaria de Biodiversidade do Governo Federal, da Secretaria de Agricultura do Rio de Janeiro, da Emater Rio e da Agro Verde Cooperativa de Produtores Rurais.

Publicado em Notícias