Segunda, 28 Maio 2018 08:19

Redução de abelhas compromete a produção de alimentos Destaque

Escrito por Kelly Quirino
Avalie este item
(2 votos)

Projeto apoiado pela Fundação amplia produção de mel e promove a conscientização ambiental

Mel para adoçar o corpo e poesia para adoçar a alma. Esta frase está no rótulo dos potes de mel que a apicultora Ana Lucia Schmidt comercializa na região de Caxias do Sul (RS). Ela começou a trabalhar na produção de mel aos 18 anos, mas agora, após se aposentar do Banco do Brasil, decidiu dedicar exclusivamente para este trabalho. “Antes era um hobby, agora se tornou uma paixão. Todo apicultor é um apaixonado”, declara Ana.

Com investimento da Fundação BB de cerca de R$ 60 mil, em parceria com a Associação Caxiense de Apicultores – ASCAP, um projeto tem gerado emprego e renda e, ao mesmo tempo, promovido ações de conscientização nas escolas sobre a importância das abelhas. Os recursos foram utilizados para aquisição de novos maquinários para beneficiamento do mel e edição de 5 mil cartilhas.

Também estão previstas a produção de filmes educativos e visita de grupos de estudantes aos apiários. O responsável técnico do projeto, Antônio Viapiana, destaca a importância da educação ambiental. “O caminho é conscientizar e sensibilizar. A distribuição das cartilhas para as crianças pode ajudar a mudar a realidade para o futuro”.

A proposta da associação nasceu a partir de levantamento da redução do número de abelhas nos últimos anos. A situação é bastante preocupante, tanto para apicultores como para a sociedade em geral, pois esses insetos tem um papel fundamental na polinização de diversas espécies de plantas, com papel crucial na produção de alimentos.

Viapiana informa que a redução das abelhas começou a ser percebida na Europa e nos Estados Unidos, mas também já é notada no Brasil. Segundo ele, o problema está na aplicação inadequada de inseticidas, que mata as pragas, mas também extermina insetos importantes para o equilíbrio ambiental. “As abelhas sofrem com o uso excessivo do agrotóxico e isto faz que a população reduza a cada ano. Temos que evitar o uso de inseticidas”, reforça.

Redução das abelhas e o impacto na agricultura

Atualmente, as abelhas estão desparecendo por muitos motivos. As principais causas, além do uso do agrotóxico, é o aumento de áreas de monocultura, o desmatamento e o desequilíbrio ecológico.

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) identificou que 15 mil colmeias foram extintas no Brasil nos últimos cinco anos, o que representa aproximadamente um trilhão de insetos erradicados no País. As abelhas são responsáveis por 70% da polinização no mundo e a redução pode resultar na diminuição de 35% das colheitas de todo planeta, conforme alerta o Fundo das Nações Unidas de Agricultura e Alimentação (FAO).

Associação Caxiense de Apicultores

Com sede em Caxias do Sul, a associação atua desde 1989 com o processamento do mel e produtos derivados. Ela comercializa sua produção em pontos de venda na região ou dentro da própria associação. Atualmente, a entidade possui mais de 120 cooperados e suas ações beneficiam mais de 200 pessoas indiretamente. Ela também mantém atividades permanentes de integração, capacitação e aperfeiçoamento profissional.

A divulgação deste projeto está relacionada aos seguintes Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS:

01ods 100x100 02ods 100x100 010ods 100x100 012ods 100x100

Ler 7003 vezes Última modificação em Quarta, 30 Maio 2018 10:38

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.