Sábado, 05 Dezembro 2020 11:06

Voluntário: disposição, incentivo e propósito Destaque

Escrito por Alenor Alves
Avalie este item
(1 Votar)

Portal Interna   Voluntariado BB

Iniciativas de funcionários promovem transformação social

O Banco do Brasil e a Fundação Banco do Brasil reconhecem a atuação dos funcionários voluntários que doam tempo e desempenham um papel solidário de transformação social. Esta atuação, de forma não remunerada demonstra o envolvimento direto para a melhoria de vida de pessoas em situação de vulnerabilidade, assim como a promoção de um horizonte de possibilidades melhores para jovens e crianças. Esta homenagem remonta ao dia internacional do Voluntário, instituído em 5 de dezembro de 1985, como uma forma de destacar estes atores importantes da sociedade e difundir as ações pelo país.

E para dar visibilidade ao trabalho do Voluntariado BB, destacamos o projeto Escrita Com  Seda, desenvolvido pela Associação Precavi, para contribuir para a formação profissional e empoderamento de jovens e mulheres por meio de capacitação e oficinas com temas voltados à inclusão social e cidadania. As atividades são realizadas em Fortaleza dos Nogueiras (MA) cidade com 12 mil habitantes e situada a 700 km da capital maranhense.

Manoel Sousa, voluntário do projeto, era gerente da agência do Banco do Brasil em Fortaleza dos Nogueiras (MA) até agosto de 2020. Ele participou da aula inaugural, acompanhou a aquisição das máquinas de serigrafia e a realização das aulas práticas. “A entidade tem um reconhecimento muito bom na cidade e o projeto contribuiu muito na comunidade, com a geração de renda e inclusão de pessoas com necessidades especiais”, declarou. Atualmente ele é gestor da agência de Colinas (MA).

Alexsandro Jesus, gerente de Fortaleza dos Nogueiras (MA), destacou que a entidade proporcionou com o projeto aos 5 alunos especiais, um trabalho muito bem feito. "Houve uma integração e resultados muito satisfatórios. O que me incentivou a me inscrever no Voluntariado BB", declarou.

A presidente da associação, Nilsi Claudete explicou que as atividades de capacitação em serigrafia, iniciadas em julho de 2019, atenderam 30 mulheres em situação de vulnerabilidade e pessoas com necessidades especiais. Eles produziram telas e as próprias camisetas. “Conseguimos ver a capacidade das pessoas com síndrome de down de celebrar as conquistas alcançadas. Foi um ensinamento para todo o grupo, para aprendermos a comemorar as realizações”, afirmou. A formatura da turma, ocorrida na quarta-feira (2), foi realizada seguindo medidas de segurança e distanciamento.

Os participantes obtém renda com a venda das peças como camisetas, pano de prato e cozinha a partir da matéria prima adquirida com os recursos do projeto. Houve uma atividade de formação humana para trabalhar a questão da cidadania e  uma oficina sobre empreendedorismo em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). “Escrever com seda é colocar valores, crédito nas pessoas, e suplantar a rudeza em que vivem os participantes. Espaço para reescrever sentimentos, para conseguir novos parâmetros para a convivência”, declarou.

Entre 2014 e 2019 foram apoiados, no Voluntariado BB com o investimento social de R$ 20 milhões da Fundação Banco do Brasil, 317 projetos com a participação de 60 mil pessoas de 230 municípios brasileiros.     

Quer ser um voluntário?

Acesse no portal do Voluntariado BB na área Como participar os campos Como ser um voluntário e Capacitação. Navegando no portal é possível encontrar mais de 26 mil ações que são coordenadas por mais de 33 mil voluntários que promovem transformação social.

 

Ler 4867 vezes Última modificação em Sábado, 05 Dezembro 2020 11:50

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.