Tuesday, 19 September 2017 08:10

AABB Comunidade chega aos 30 anos de atuação

O programa, o mais antigo em atividade da Fundação BB, proporciona ambiente acolhedor e práticas esportivas e culturais no contraturno escolar

"Antes eu era muito tímida, não praticava esportes, não brincava com meus colegas e não tinha muitos amigos. Depois do AABB Comunidade, tudo começou a mudar." As palavras da estudante Gabriella Marques,15 anos, da cidade de Russas (CE), resume a percepção das crianças e adolescentes participantes do Programa Integração AABB Comunidade, que completa 30 anos nesta terça, 19 de setembro.

A integração com a família e a comunidade, a prática de esportes, linguagens artísticas, atividades lúdicas e aprendizados em consciência ambiental e cidadania promovem o aumento de autoestima e o desenvolvimento global dos educandos de baixa renda, provenientes da rede pública de ensino. Somente nos últimos dez anos, foram atendidos cerca de 592 mil estudantes, de 6 a 18 anos incompletos.

As diversas atividades são oferecidas no contraturno escolar, nas dependências das Associações Atléticas Banco do Brasil (AABB) de norte a sul do país. Entre 2007 e 2017, a iniciativa abrangeu cerca de 470 municípios. O programa é desenvolvido em parceria entre a Fundação Banco do Brasil, a Federação Nacional das Associações Atléticas Banco do Brasil (Fenabb) e instituições locais.

Os depoimentos das crianças e adolescentes expressam a importância da experiência adquirida. "Nesse lugar não há nenhum tipo de diferença, todos são tratados com carinho e a mesma atenção, todos se ajudam no que for preciso. As brincadeiras, a atenção e a coisas novas que me foram apresentadas me encantaram e fui aprendendo valores de vida para me ajudar a enfrentar o mundo lá fora", afirma Luísa Amorim, 15 anos, de Manhuaçu (MG).

"É um ensino diferente da escola, que pode nos ajudar a ter uma formação no futuro. Quando eu for adulto, quero ser um cidadão responsável por meus atos e acredito que os educadores do programa podem me ajudar nisso", revela Braiam Marcelino da Rosa, de 13 anos, de Sapiranga (RS).

"Só em pensar o que eu era e o que sou hoje, um cidadão de bem, campeão na vida, fico imensamente agradecido", resume Erick Gomes, de 17 anos, de Limoeiro (PE).

O programa iniciou as atividades em 19 de setembro de 1987, na cidade de Quixadá (CE). No mesmo ano, foi implementado no mês de outubro em Erechim (RS), dia 24, e Quixeramobim (CE) 31. Em 12 de dezembro, foi a vez de Cristalina (GO).

Para 2017, o trabalho educacional pretende atender aproximadamente 50 mil participantes, em 300 municípios, englobando temas como educação ambiental, saúde e higiene, esporte e linguagens artísticas, possibilitando a construção de conhecimentos e o acesso à cidadania.

A divulgação deste projeto contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

04ods 100x100 010ods 100x100

 

 

Published in Notícias

O programa oferece atividades esportivas e culturais para crianças e adolescentes

A Fundação Banco do Brasil, a Casa Azul Felipe Augusto, a Federação Nacional das AABBs (FENABB) e a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) lançaram oficialmente nessa quinta-feira (25), o Programa Integração AABB Comunidade – unidade Brasília.

Na capital federal, serão atendidas 150 crianças e adolescentes, de famílias de baixa renda, com idades entre 6 e 18 anos incompletos de São Sebastião e da Vila Telebrasília. Os estudantes terão atividades socioeducativas, culturais, artísticas, esportivas e de saúde nos turnos contrários do horário escolar.

Os educandos foram selecionados pelo CRAS – Centros de Referência e Assistência Social do DF, atendendo os quesitos de vulnerabilidade, risco social e portadores de necessidades especiais.
Serão oferecidas aulas de natação, futsal e ginástica rítmica, percussão, orquestra e flauta, hip-hop e balé, informática, noções de administração, literatura e formação cidadã. O projeto conta, ainda, com equipe multidisciplinar composta por pedagogos, assistentes sociais, psicólogos e educadores. Os participantes também terão reforço alimentar, acompanhamento médico-odontológico e transporte.

Durante a solenidade de lançamento, o presidente da Fundação BB destacou alguns ingredientes para sucesso e longevidade do programa. “São 30 anos de AABB Comunidade, o programa mais antigo que nós temos na Fundação. E por que ele persiste e chega aos 30 anos rejuvenescido? É graças ao trabalho, dedicação, amor e o envolvimento de todos os funcionários, envolvimento do Banco do Brasil com as causas sociais e as parcerias sólidas que sempre tivemos”, disse.

Para Deise Lourenço, presidente da Casa Azul, o programa é a oportunidade de fazer um pouco mais pelas crianças do Distrito Federal. “Vamos dar continuidade ao trabalho que a Casa Azul já vem fazendo há 28 anos em Samambaia e Riacho Fundo II. Espero trazer mais alento para as famílias com o trabalho que a gente executa.”

“Estamos completando 30 anos de AABB Comunidades e inúmeros exemplos de sucessos por todo Brasil e aqui em Brasília não será diferente”, declarou Renê Nunes dos Santos, presidente da Fenabb.

A Dienie da Silva Mendes é mãe de seis filhos, dos quais cinco estão participando do programa. Apenas a caçula que tem dois anos ainda não está. Ela destacou sua alegria pela participação das crianças no projeto. “Meus filhos não têm costume de ficar na rua, soltos, mas saber que eles vão praticar um esporte e ter acompanhamento me deixa muito feliz”, disse.

Participaram também da solenidade de lançamento, José Eduardo Pereira Filho, vice-presidente de Governo do Banco do Brasil; Nelson Vieira Filho, presidente da AABB Brasília; Antônio Gutemberg Gomes, secretário-geral da secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal; Sheila Santos, gestora do Centro de Referência de Assistência Social; Rogério Biruel, diretor de desenvolvimento social da Fundação BB; Patrícia Lustosa, diretora executiva da Fundação BB; Fernando Pelisser, superintendente de Varejo e Governo do DF; Marlene Matos, secretária adjunta de desenvolvimento do Sedestmidh.

Durante o evento, a orquestra Casa Azul Musicando no Cerrado fez uma apresentação do Hino Nacional Brasileiro e de músicas populares. O conjunto é formado por crianças e adolescentes atendidos nas unidades da Casa Azul. 

Programa Integração
O AABB Comunidade propõe a integração entre escola, família e comunidade, por meio de um plano pedagógico que prevê a ampliação da cidadania e tem na educação um fator de transformação social. De 2006 a 2017, o investimento social da Fundação BB no projeto foi de R$ 171,1 milhões, com atendimento a 497 mil participantes de 473 municípios de todo país.

AABB fitaaabb criancasIMG 7777

 
 A divulgação deste projeto contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

03ods 100x100 04ods 100x100

 

 
Published in Notícias

Programa Integração AABB Comunidade tem parceria renovada com a prefeitura, nesta quinta (17)

Cerca de cem alunos da rede pública de Teresina (PI) farão atividades de reforço escolar, esportivas, socioeducativas e de cidadania durante o contraturno, nas dependências da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), na zona leste de Teresina. As crianças e adolescentes, com idades entre 6 e 18 anos incompletos, serão atendidos pelo Programa Integração AABB Comunidade em 2017, uma parceria entre a Fundação Banco do Brasil, a Federação Nacional das Associações Atléticas Banco do Brasil (Fenabb) e a prefeitura da cidade.

A renovação da parceria iniciada no ano passado aconteceeu em cerimônia, nesta quinta-feira (17), às 8h, na AABB. O investimento total da Fundação BB, nos dois anos, é de R$ 104,3 mil.

Em 2016, o projeto ofereceu aulas gratuitas de natação, judô, pintura, entre outras. Em 2017, os educandos também vão participar de palestras, oficinas e programação artística e cultural. Todas as despesas são custeadas pelo convênio, incluindo transporte, capacitação dos profissionais, refeições, uniforme e equipamentos.

A gerente de Assistência ao Educando da Secretaria Municipal de Educação e Cultura,  Madalena Leal, explica que os professores notaram melhora no desempenho escolar dos participantes. "As atividades extras são estímulos para eles, trabalhando corpo e mente". Com a nova parceria, novos alunos poderão participar, segundo a secretária.

No Piauí

O Programa Integração AABB Comunidade é uma tecnologia social em educação que oferece complementação escolar para alunos da rede pública de ensino. Os participantes desenvolvem atividades lúdicas, nas AABBs de todo o país. O trabalho educacional engloba temas como educação ambiental, saúde e higiene, esporte e linguagens artísticas, possibilitando a construção de conhecimentos e o acesso à cidadania. No estado do Piauí, nos últimos dez anos, o programa foi realizado em 17 municípios, envolvendo 12,3 mil participantes, com investimento social de R$ 4,5 milhões.

A divulgação deste projeto contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

03ods 100x100 04ods 100x100

Published in Notícias

Estudantes atendidos pelo Programa poderão inscrever trabalhos sobre o tema até o dia 11 de setembro

Integrando as ações do 30º aniversário do AABB Comunidade, a Fundação Banco do Brasil e a Federação Nacional das AABBs (Fenabb) realizam o Concurso Agenda AABB Comunidade 2018 para alunos da rede pública de ensino, participantes do programa. Serão selecionadas produções originais e inéditas em desenho, fotografia, vídeo e história em quadrinhos (HQs) para compor a agenda anual de 2018 e ações comemorativas da nona edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social.

Os trabalhos escolhidos deverão ser relacionados à Tecnologia Social nas áreas de Alimentação, Educação, Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Saúde. As melhores produções serão premiadas com troféu, medalha, tablet e viagem para participar da cerimônia do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social em Brasília.

Para participar, o estudante deve estar vinculado à uma Associação Atlética do Banco do Brasil com convênio vigente do Programa Integração AABB Comunidade. Cada unidade poderá inscrever até três desenhos, três fotos, três HQs e um vídeo. Para facilitar a compreensão do tema e atendimento aos requisitos da seleção, os coordenadores pedagógicos e educadores irão ministrar estudos e debates para os alunos.

“Queremos despertar nesses jovens à criatividade aliada ao senso de responsabilidade social por meio das tecnologias sociais já certificadas pela FBB, para que eles se desenvolvam conhecendo seus direitos e deveres como cidadãos, com a consciência de que podem ser agentes de transformação dentro da sua comunidade”, declarou Asclepius Soares, presidente da Fundação BB.

As inscrições estão abertas até 11 de setembro e deverão ser encaminhadas à Fenabb, conforme orientações do regulamento.

Mais informações nos telefones 0800.726.5661; 0800.704.2106 – opção 7.

Encontre os anexos do regulamento acessando o site:http://www.fenabb.org.br/socioeducativos/

A divulgação deste prêmio contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

 04ods 100x100 010ods 100x100

Published in Notícias

Atividades culturais e esportivas serão oferecidas para estudantes de 6 a 18 anos

Renovação da parceria entre a Fundação Banco do Brasil, a Federação Nacional das AABB (Fenabb) e a Fundação Cidade Mãe (FCM), formalizada na última sexta-feira, 2, irá garantir complementação escolar para 240 crianças da periferia de Salvador (BA). O projeto integra o programa AABB Comunidade, que oferece atividades em diversas cidades do País, como aulas de inglês, informática, artes, futebol e balé a estudantes de 6 a 18 anos de idade incompletos.

O presidente da AABB em Salvador, Zaki Chagouri Ocke, acompanha as ações do projeto há 15 anos e observou o desenvolvimento de muitos alunos. Ele destacou que algumas crianças atendidas tornaram-se professores e até educadores do próprio programa.

Um exemplo é a ex-aluna Nainara Lima, que participou das atividades do AABB Comunidade e hoje é atleta de futebol profissional, atuando como zagueira do Esporte Clube Vitória. “Sinto-me plenamente gratificado pelo privilégio de acompanhar a trajetória de inúmeros jovens. O caso de Nainara é especial, por se tratar de uma adolescente que chegou bastante jovem ao projeto social e sempre se destacou como líder nata e ‘fera’ no esporte. Desejamos absoluto sucesso e pretendemos vê-la defendendo, muito em breve, a seleção brasileira”, afirmou Zaki.

Carlos Motta, superintendente estadual da Bahia, reforçou que, “além das ações com os educandos, por meio de atividades educacionais e de inclusão social, que ampliam a consciência cidadã, o programa também proporciona formação e aperfeiçoamento aos educadores”.

Programa Integração
O AABB Comunidade propõe a integração entre escola, família e comunidade, por meio de um plano pedagógico que prevê a ampliação da cidadania e tem na educação um fator de transformação social. Os compromissos com o desenvolvimento integral e a dignidade da criança e do adolescente, além do cuidado socioambiental, complementam a formação.

A Fundação BB e a Fenabb são instituidores do programa, que, neste ano, completa 30 anos de atuação. A Fundação é responsável pelo apoio no fornecimento de kits educativos para as atividades artísticas, esportivas e pedagógicas. Já a Fenabb fornece os espaços físicos das AABBs para o desenvolvimento das aulas.

Reconhecimento
Em maio, o Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul reconheceu o projeto “Dialogando e criando respostas sobre o mundo digital com crianças, MPF e Safernet”, coordenado pela AABB Comunidade de Porto Alegre (RS), durante o V Prêmio República de Valorização. A proposta venceu na categoria Responsabilidade Social entre 91 iniciativas apresentadas.

Fruto da ação pedagógica “Semelhanças e Diferenças”, implantada durante o ano passado, o projeto envolveu 100 educandos, entre crianças e adolescentes, em um debate sobre questões relacionadas às variadas possibilidades do mundo digital e seu uso responsável.

Na capital gaúcha, o AABB Comunidade atende a cerca de 200 crianças de quatro escolas de Ensino Fundamental da Rede Municipal de Porto Alegre.

A divulgação deste projeto contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

3 4

Published in Notícias