Portal Interno Enchentes

Já é possível acompanhar a aplicação dos recursos doados pelo site enchentes.fbb.org.br

Poucos dias após o Banco do Brasil divulgar abertura de contas para recebimento de doações, como parte de ação emergencial direcionada a comunidades afetadas pelas enchentes em Minas Gerais e no Espírito Santo, os recursos arrecadados já superam a marca de R$ 384 mil. Adicionalmente, a Fundação Banco do Brasil realizará investimento social de R$ 2 milhões, limitado a R$ 40 mil por município, em projetos sociais.

Em Minas Gerais, o total arrecadado até o momento é de R$ 248.609,24 com 2.514 doações. No Espírito Santo, foram realizadas 1.573 transações, alcançando R$ 135.601,16 em doações.

Repasse

A ação já atendeu onze municípios mineiros - Divino, Espera Feliz, Alto Jequitibá, Manhumirim, Matipó, Luisburgo, Carangola, Raul Soares, Caparaó, Muriaé e Orizânia - e quatro no Espírito Santo: Rio Novo do Sul, Iconha, Vargem Alta e Iúna. Os repasses feitos com doações voluntárias e com recursos próprios da FBB totalizam, até agora, R$ 599 mil. E foram utilizados para aquisição de alimentos, água, cestas básicas, itens de higiene e limpeza, medicamentos, vestuários, entre outros.

Nos próximos dias, mais cidades receberão o suporte financeiro, conforme o fluxo de doações. A destinação às entidades sem fins lucrativos contempla necessidades urgentes das comunidades atingidas, com acompanhamento das agências do BB nesses locais e de funcionários voluntários.

Para a efetivação de cada repasse é necessária a apresentação de plano de trabalho pela entidade recebedora, contemplando ações, valores previstos e expectativa de pessoas atendidas. Após a implementação do plano, é realizada a prestação de contas por meio de notas fiscais e comprovantes da efetiva aplicação dos recursos.

Os doadores e a sociedade em geral podem acompanhar os repasses na página enchentes.fbb.org.br, com detalhamento do volume total recebido e dos valores investidos, por estado e por município.

Published in Notícias

Portal Interno Op Acolhida2

Pessoas físicas e jurídicas do Brasil e do exterior poderão fazer doações

A Fundação Banco do Brasil estruturou uma Área do Doador para o recebimento de doações da sociedade brasileira e da comunidade internacional que podem ser realizadas por meio de transferências bancárias ou cartão de débito/crédito. Por meio de contas exclusivas, a Fundação BB realizará a gestão dos recursos que serão integralmente investidos em ações de ordenamento, abrigo e interiorização, alinhadas com as decisões emanadas pelo Comitê Federal de Assistência Emergencial, coordenado pela Casa Civil.

O portal da Operação Acolhida disponibiliza informações sobre o histórico da ação humanitária, depoimentos de refugiados e migrantes, galeria de fotos e vídeos e os dados mais atualizados sobre o fluxo dos venezuelanos para o Brasil. Na página é possível acessar a área de doações onde pessoas físicas e jurídicas do Brasil e do exterior poderão fazer doações à Operação Acolhida.

A Operação Acolhida, iniciada em 2018, é uma força-tarefa humanitária, coordenada pelo governo federal com o apoio das agências da Organização das Nações Unidas e sociedade civil, para oferecer assistência emergencial a imigrantes vindos da Venezuela.

Apenas no Brasil, mais de 240 mil venezuelanos já entraram e permaneceram desde o início da crise migratória, em meados de 2016. Ao todo, mais de 560 mil pessoas já passaram pelos postos de atendimento em Roraima, que contam com 13 abrigos, com capacidade para nove mil pessoas.

Em seu discurso no evento de lançamento da plataforma, o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, demonstrou orgulho do Banco do Brasil, representado pela Fundação Banco do Brasil, em participar da Operação Acolhida. “Aqui se afirma mais uma vez a nossa vocação histórica pelo desenvolvimento econômico e social do país. O Banco do Brasil demonstrará seu compromisso com o princípio de transparência, prestação de contas e equidade na gestão dos recursos desse programa. Além de disponibilizar sua estrutura e expertise, a Fundação BB disponibilizará à sociedade brasileira e à comunidade internacional soluções para o recebimento de doações e clareza na gestão dos recursos”, declarou.

O presidente do BB conclamou a todos para formar uma rede de solidariedade em prol do acolhimento de imigrantes e refugiados. “Convidamos a todos para seguir nessa caminhada por uma sociedade mais humana e fraterna”.

Para saber mais acesse acolhida.fbb.org.br/

Published in Notícias