Participantes ganham títulos em práticas marciais e levam aprendizados para a vida adulta

A prática esportiva aliada à educação é um dos métodos usados pelo Programa AABB Comunidade para trabalhar autoestima, disciplina, capacidade de superação, responsabilidade, sentimento de cidadania e sociabilidade dos educandos. O esporte tem trazido benefícios às crianças e adolescentes que vão além do bem-estar físico. As AABBs de Itanhandu (MG) e Picos (PI) apresentam alguns casos de sucesso.

Modalidades oferecidas no programa, como karatê, Jiu-jitsu e judô, têm despertado grande interesse e revelado talentos em competições municipais, estaduais e nacionais. Um dos destaques é o campeão mineiro de judô na categoria sub21 Caíque Fernandes, representando o estado de Minas Gerais. Com diversos títulos na carreira, o esportista agora quer se dedicar na preparação de outras crianças a trilhar o mesmo caminho. No mês passado, ele se tornou professor do programa e hoje comanda uma turma com 60 atletas.

“Participei do AABB Comunidade entre os anos de 2001 a 2009. Iniciei no programa no mesmo dia que ele começou em Itanhandu. A experiência me possibilitou estudar, conhecer pessoas e construir valores sociais e culturais. Enquanto estive no projeto soube aproveitar todas as atividades - música, arte e esporte - que me fizeram conhecer outras propostas na vida. Logo, o judô foi um grande alvo para que eu me tornasse um faixa preta e agora um professor”, declarou Caique.

Na cidade de Picos (PI), as aulas de karatê tiveram início em 2000, mesma data do lançamento do AABB Comunidade na cidade. De acordo com a coordenadora pedagógica, Maria José Rodrigues, a prática foi incluída devido à motivação e ao entusiasmo dos educandos com os espaços oferecidos pelo clube. O karatê também foi escolhido por promover a disciplina e a socialização, além da possibilidade de preparar os educandos para se tornarem campeões.

E por falar em campeão, o ex-aluno João Paulo da Silva Sousa é um exemplo de garra e de força de vontade. O adolescente de apenas 15 anos já é um colecionador de títulos no karatê. Suas conquistas foram possíveis, graças à parceria com o técnico e educador social, Francisco Arcanjo de Oliveira.

“O esporte cooperativo veio para favorecer a prática de valores integrativos e coletivos, desenvolvendo a convivência grupal, proporcionando bem-estar e melhor qualidade de vida. O esporte também afasta nossos jovens do uso de drogas e traz benefícios consideráveis à saúde", disse Maria José.

Na relação dos títulos de João Paulo, destacam-se duas medalhas de ouro no Campeonato Panamaericano de Karatê Interestilos realizado na Argentina, em 2014; medalha de Prata no Campeonato Norte-Nordeste, campeão na categoria infanto juvenil,em Belém (PA), em 2015 e medalha de prata no Campeonato Norte-Nordeste de Karatê - Interestilo, em Feira de Santana (BA), em 2015.

30 anos de AABB Comunidade
O AABB Comunidade é uma tecnologia social que oferece complementação escolar para crianças e adolescentes da rede pública de ensino, com idades entre 6 e 18 anos incompletos. O Programa está completando 30 anos em 2017 - fruto de parceria entre a Fundação BB e a FENABB e realizado nas AABBs de todo o País. De 2007 a 2017, o investimento social da Fundação BB no projeto foi de R$ 172,6 milhões, com atendimento a 592 mil participantes de 478 municípios de todo país.

A divulgação deste projeto contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

03ods 100x100 04ods 100x100

Published in Notícias

Atividades culturais e esportivas serão oferecidas para estudantes de 6 a 18 anos

Renovação da parceria entre a Fundação Banco do Brasil, a Federação Nacional das AABB (Fenabb) e a Fundação Cidade Mãe (FCM), formalizada na última sexta-feira, 2, irá garantir complementação escolar para 240 crianças da periferia de Salvador (BA). O projeto integra o programa AABB Comunidade, que oferece atividades em diversas cidades do País, como aulas de inglês, informática, artes, futebol e balé a estudantes de 6 a 18 anos de idade incompletos.

O presidente da AABB em Salvador, Zaki Chagouri Ocke, acompanha as ações do projeto há 15 anos e observou o desenvolvimento de muitos alunos. Ele destacou que algumas crianças atendidas tornaram-se professores e até educadores do próprio programa.

Um exemplo é a ex-aluna Nainara Lima, que participou das atividades do AABB Comunidade e hoje é atleta de futebol profissional, atuando como zagueira do Esporte Clube Vitória. “Sinto-me plenamente gratificado pelo privilégio de acompanhar a trajetória de inúmeros jovens. O caso de Nainara é especial, por se tratar de uma adolescente que chegou bastante jovem ao projeto social e sempre se destacou como líder nata e ‘fera’ no esporte. Desejamos absoluto sucesso e pretendemos vê-la defendendo, muito em breve, a seleção brasileira”, afirmou Zaki.

Carlos Motta, superintendente estadual da Bahia, reforçou que, “além das ações com os educandos, por meio de atividades educacionais e de inclusão social, que ampliam a consciência cidadã, o programa também proporciona formação e aperfeiçoamento aos educadores”.

Programa Integração
O AABB Comunidade propõe a integração entre escola, família e comunidade, por meio de um plano pedagógico que prevê a ampliação da cidadania e tem na educação um fator de transformação social. Os compromissos com o desenvolvimento integral e a dignidade da criança e do adolescente, além do cuidado socioambiental, complementam a formação.

A Fundação BB e a Fenabb são instituidores do programa, que, neste ano, completa 30 anos de atuação. A Fundação é responsável pelo apoio no fornecimento de kits educativos para as atividades artísticas, esportivas e pedagógicas. Já a Fenabb fornece os espaços físicos das AABBs para o desenvolvimento das aulas.

Reconhecimento
Em maio, o Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul reconheceu o projeto “Dialogando e criando respostas sobre o mundo digital com crianças, MPF e Safernet”, coordenado pela AABB Comunidade de Porto Alegre (RS), durante o V Prêmio República de Valorização. A proposta venceu na categoria Responsabilidade Social entre 91 iniciativas apresentadas.

Fruto da ação pedagógica “Semelhanças e Diferenças”, implantada durante o ano passado, o projeto envolveu 100 educandos, entre crianças e adolescentes, em um debate sobre questões relacionadas às variadas possibilidades do mundo digital e seu uso responsável.

Na capital gaúcha, o AABB Comunidade atende a cerca de 200 crianças de quatro escolas de Ensino Fundamental da Rede Municipal de Porto Alegre.

A divulgação deste projeto contempla dois Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

3 4

Published in Notícias