Sexta, 28 Dezembro 2018 12:52

Vencedores do Prêmio Viva Voluntário contemplam oito estados do país com projetos de transformação social Destaque

Escrito por Vanessa Campos
Avalie este item
(1 Votar)

Metas devem contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU

As melhores iniciativas de transformação social dos estados do Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Alagoas, Ceará, Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal foram premiadas pelo Programa Viva Voluntário 2018. Todas contribuem para o alcance das metas estabelecidas pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os projetos vencedores recebem da Fundação Banco do Brasil (FBB) o apoio de R$ 50 mil nas categorias Voluntariado nas Organizações da Sociedade Civil, Voluntariado no Setor Público e Líder Voluntário. No país, seis projetos foram premiados, totalizando um investimento social de R$ 300 mil.

Para a diretora-presidente da Coletivo de mulheres indígenas artesãs da Aldeia Tico Lipú, Janir Leite, uma das entidades vencedoras do prêmio na categoria Líder Voluntário, o trabalho desenvolvido é uma maneira de contribuir com o povo indígena. A iniciativa voluntária tem como objetivo complementar a produção de artesanato em biojoias, já desenvolvido no município de Aquidauana (MS) com a confecção de bolsas de algodão cru, de sementes, com fecho ou alças. Com a premiação, novos projetos voltados à produção da farinha de mandioca e rapadura, à organização do artesanato local, além do resgate da cultura da produção da cerâmica de argila serão desenvolvidos.

“Não tenho nem palavras para dizer o que a premiação representa para todos nós. As comunidades serão beneficiadas com o prêmio, que vai mudar a vida dessas pessoas. O impacto maior é o que se promove nas comunidades, o que esses projetos representam para elas, na vida delas”, destaca Janir.

Outra vencedora, a Amigos do Bem, pretende beneficiar 60 mil pessoas. O projeto alcança 118 povoados do sertão do Nordeste, nos estados de Pernambuco, Alagoas e Ceará. “Este prêmio reconhece a força do trabalho voluntário, de mais de nove mil Amigos do Bem, que há anos se movimentam todos os meses para a transformação de vidas, afirma o diretor institucional”, Alceu Caldeira.

Participaram do Prêmio entidades públicas ou privadas, sem fins lucrativos, que tenham finalidades sociais, culturais, educacionais, científicos, esportivos, ambientais ou de assistência à pessoa.

Conheça as entidades contempladas com o prêmio:

 tabela1

Programa Nacional de Voluntariado

Para incentivar e valorizar o trabalho voluntário no Brasil, o governo federal criou em 2017 o Programa Nacional de Voluntariado – Viva Voluntário com o propósito de reunir esforços do setor público, do terceiro setor e da iniciativa privada para articular pessoas em ações transformadoras da sociedade.

Existem no Brasil inúmeras iniciativas com o esforço de voluntários que atuam pelo desenvolvimento de suas comunidades. Muitas entidades carecem de organização e de estrutura adequadas que permitam a sustentabilidade e a continuidade dos projetos.

O Viva Voluntário busca apoiar o desenvolvimento de uma cultura do voluntariado e de educação para a cidadania que fortaleça as organizações da sociedade civil e promova uma efetiva participação dos públicos contemplados.

Ler 1794 vezes Última modificação em Quarta, 02 Janeiro 2019 15:55

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.