Segunda, 06 Abril 2020 17:03

Leitura reconstrói sonhos de crianças Destaque

Escrito por Bárbara Farias
Avalie este item
(1 Votar)

Portal Interno Empreendeler

Debates, oficinas de construção de escritas e de criatividade melhoram a autoestima e o empoderamento social de crianças que vivem em vulnerabilidade social em Recife (PE)

Foi, entre 2010 e 2014, quando atuavam em ações de voluntariado em outra instituição que Ana Carla Albuquerque e Marcopolo Marinho perceberam o que uma boa contação de histórias podia fazer pelas crianças, jovens e adolescentes que estavam internados em hospitais de Recife (PE). Uma boa volta pelo mundo da imaginação e as esperanças eram reavivadas. E, foi durante um desses encontros, que a história de um jovem de 16 anos os inspirou a criar o EmpreendeLer – Metodologia de Empoderamento Social.

“Em 2014, após uma contação de histórias para um adolescente que tinha todas as características de vítima da marginalização social e que estava internado na enfermaria, nós vimos que poderíamos ir além, que poderíamos atuar de forma mais continuada dentro das comunidades vulneráveis pernambucanas. Naquela ocasião, enquanto eu contava histórias para esse jovem, refletia como ele teve vários momentos roubados de sua vida, como, por exemplo, sua infância, seus sonhos e uma série de potencialidades na vida”, relata Ana Carla.

Diante deste contexto, Ana e Marcopolo uniram suas habilidades de empreendedores, docentes e contadores de histórias, para desenvolverem uma metodologia que entrasse nas periferias através de parcerias com outras unidades de atendimentos sociais e servisse como uma nova tecnologia de educação social dentro das comunidades.

A iniciativa

Atualmente, o EmpreendeLer atende de forma contínua cerca de 90 crianças, todas em situação de vulnerabilidade social, e anualmente impactam em torno de 400 a 500 em ações e programas pontuais, como: circuitos de histórias itinerantes, caravanas e exposições artísticas culturais.

Além disso, todo final do ano, a iniciativa também realiza uma de suas maiores ações: a entrega de livros infantis. A mobilização ajuda, em média, 4500 a 5000 crianças que também vivem na mesma situação.

A metodologia, que foi certificada no Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2019, envolve cerca de 100 voluntários e hoje atua em quatro unidades na região metropolitana do Recife, com a presença em Olinda e Jaboatão dos Guararapes. E tem o apoio de três Centros Sociais e um Lar de Acolhimento.

Motivo de alegria

Apesar dos desafios, Ana Carla conta que nos últimos anos o retorno positivo dos depoimentos dos responsáveis legais das crianças é uma das principais razões para ela continuar se dedicando ao EmpreendeLer.

“Temos visto um número enorme de crianças sonhando com caminhos bons, diferentes dos sonhos de antes. Vimos várias vezes a vontade de ser um policial, pois os personagens das histórias transmitem novas formas de ver o mundo. Temos a alegria de ver crianças mais amorosas, que nos enchem de abraços e beijos carinhosos... São muitos os resultados e impactos emocionantes e reais das nossas ações”, finaliza.

Mês da Educação

Neste mês, a Fundação BB está realizando uma série de matérias e conteúdos em suas redes sociais para falar da importância da educação. A ação tem a parceria do Canal Futura e do Instituto Ayrton Senna. Acompanhe nossos canais e fique por dentro dos nossos conteúdos!

Facebook | Instagram | Twitter | Linkedin | Youtube

Ler 3477 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.