Sexta, 27 Agosto 2021 14:09

Prêmio Fundação BB traz iniciativas inovadoras na categoria Cidades Sustentáveis 
 Destaque

Escrito por Assessoria de Comunicação
Avalie este item
(1 Votar)

cocozap

Conheça as três práticas eficientes voltadas à qualidade de vida da população

As três finalistas da categoria Cidades Sustentáveis do Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social de 2021 já foram selecionadas. São elas: Cocôzap: mapeamento, mobilização e incidência em saneamento em favelas e Maré de direitos, do Rio de Janeiro; e Codesign entre projetistas do século XXI e pessoas com deficiência visual: processos e produtos, do Rio Grande do Sul.

A categoria identifica práticas eficientes voltadas à qualidade de vida da população, desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente nas cidades e nos assentamentos em subúrbios. São soluções e melhorias para mobilidade urbana, redução da poluição sonora e atmosférica, descarte de resíduos sólidos, eficiência energética, economia de água, entre outros aspectos, que contribuem para tornar uma cidade mais sustentável.

As iniciativas foram avaliadas segundo critérios de interação junto à comunidade, transformação social, inovação e facilidade na reaplicação. Elas concorrem em outubro aos prêmios de R$ 100 mil para a primeira posição, e de R$ 50 mil para o segundo e terceiro lugar. Além da certificação e do reconhecimento financeiro, todas as instituições finalistas participarão do Pitch Day, receberão um troféu e um vídeo retratando sua iniciativa.

Saiba mais sobre as finalistas
A tecnologia Cocôzap: mapeamento, mobilização e incidência em saneamento em favelas tem a ideia central de fomentar um canal de denúncia, debate e proposição em saneamento, a partir de mapeamentos participativos sobre problemas de saneamento na Maré (RJ). Por meio de um aplicativo de comunicação (Whatsapp), moradores fazem queixas sobre problemas enfrentados com saneamento, que são armazenadas em uma base de dados criptografada e posteriormente georreferenciadas em um mapa do bairro, disponível no site do Cocôzap. Na ausência de dados oficiais, esse processo tem o potencial de qualificar as estruturas de saneamento existentes, possibilitar estratégias de mobilização e subsidiar políticas públicas em favelas.

O Maré de direitos consiste numa metodologia de acesso à justiça e efetivação dos direitos de pessoas moradoras de favelas e territórios periféricos, especialmente aquelas que tenham sido vítimas de violência ou ameaça, dentre as quais destaca-se violências de gênero, contra crianças e adolescentes e minorias, criminal e violência armada, dentre outras. A tecnologia prevê um conjunto de estratégias convergentes para a obtenção de resultados individuais, coletivos e estruturantes, como: 1) atendimento sociojurídico e psicossocial às vítimas de violações de direitos; 2) articulação institucional e mobilização comunitária; 3) produção e disseminação de conteúdos; e 4) incidência política para o aprimoramento das políticas públicas.

Voltada para acessibilidade, a metodologia Codesign entre projetistas do século XXI e pessoas com deficiência visual: processos e produtos é desenvolvido em parceria com a Associação Passofundense de Cegos desde 2013. A iniciativa define métodos, técnicas e ferramentas de codesign aplicadas a inclusão da pessoa com deficiência visual no processo de projeto de arquitetura, urbanismo, paisagismo e interiores, gerando processos e produtos, com características de inovação incremental e/ou disruptiva.

Neste ano, o total do investimento é de até R$ 2 milhões em premiação e certificação, divididos entre as cinco categorias: Cidades Sustentáveis; Educação para o Futuro; Inovação Digital; Meio Ambiente e Renda; e Especial 20 anos. O Prêmio é destinado a instituições de ensino e de pesquisa, fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil.

Rede Transforma!
A plataforma Transforma! conta com mais de 600 iniciativas. O canal digital reúne metodologias reconhecidas por promoverem a solução de problemas socioambientais presentes em diversas comunidades brasileiras. No acervo, é possível consultar por tema, cidade, estado ou país, entre outros parâmetros de pesquisa.

Parceiros e apoiadores
Nesta edição, o evento conta com a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); BB Gestão de Recursos (BBDTVM); BB Tecnologia e Serviços (BBTS); Ativos S.A. e com o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco); Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO); Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); Escola Nacional de Administração Pública (Enap); Pátria Voluntária; Casa Civil; Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações; Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Confira as outras categorias finalistas aqui

Confira a lista das 59 Certificadas aqui

Ler 1152 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.