Error while rendering custom particle.

Portal Desalinizador

Foram 781 inscrições nacionais e 20 internacionais; evento de premiação está previsto para outubro

A décima edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social recebeu propostas de 25 estados da federação e do Distrito Federal. Ao todo foram inscritas 801 iniciativas, sendo 781 da categoria Nacional e 20 da categoria Internacional.

O estado de São Paulo enviou o maior número de inscrições, 154, seguido pelo Paraná com 87. Já a categoria com mais propostas recebidas foi Educação, com 370 iniciativas. As inscrições internacionais vieram da Argentina, Colômbia, Guatemala, Honduras, Peru e República Dominicana, totalizando 20 iniciativas.Para as premiações especiais foram cadastradas 355 propostas, todas inseridas nas categorias nacionais, sendo 96 para Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico; 100 para Mulheres na Agroecologia e 159 para a Primeira Infância.

Representante TS Dessalinizador

A partir de agora uma comissão julgadora da Fundação BB certificará as tecnologias sociais que passarão a fazer parte do Banco de Tecnologias Sociais (BTS). As experiências precisam ser reconhecidas como soluções capazes de causar impacto positivo e efetivo na vida das pessoas, já implementadas em âmbito local, regional ou nacional e passíveis de serem reaplicadas. O BTS é uma base de dados on-line que reúne atualmente 986 metodologias certificadas por solucionarem problemas comuns às diversas comunidades brasileiras. Acesse aqui para conhecer o BTS. A divulgação das tecnologias sociais certificadas está prevista para a primeira quinzena de julho. 

Ainda na primeira quinzena de julho também serão conhecidas as 24 finalistas . A seleção leva em conta o mérito de efetividade, inovação, sistematização da tecnologia e a interação com a comunidade. Para a escolha das tecnologias finalistas, além dos critérios anteriores, o júri considera também o potencial de transformação social e a reaplicabilidade das iniciativas. As vencedoras do Prêmio serão anunciadas em no evento previsto para acontecer em outubro.

Neste ano, o total da premiação é de R$ 700 mil, divididos entre as categorias nacionais: "Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital”; “Educação”; “Geração de Renda" e "Meio Ambiente” e as premiações especiais: “Mulheres na Agroecologia”, “Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico” e “Primeira Infância”. O Prêmio é destinado a instituições de ensino e de pesquisa, fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil ou nos demais países da América Latina ou do Caribe.

A categoria Internacional irá reconhecer três iniciativas do exterior, destinada a iniciativas da América Latina e do Caribe, onde serão identificadas tecnologias sociais que possam ser reaplicadas no Brasil e que constituam efetivas soluções de impacto social. Propostas que promovam a igualdade de gênero e o protagonismo e empoderamento da juventude receberão um bônus de 5% na pontuação total obtida na classificação final, conforme previsto no regulamento.

Nesta edição, o Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social tem a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Instituto C&A, Ativos S/A e BB Tecnologia e Serviços, além da cooperação da Unesco no Brasil e apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Ministério da Cidadania e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Publicado em Notícias

Portal Ultimos dias Premio

Entidades do Brasil, da América Latina e do Caribe podem se inscrever até o dia 12 de maio

Está acabando o prazo para as inscrições do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, considerado um dos principais do terceiro setor no país. Entidades sem fins lucrativos, como instituições de ensino e de pesquisa, fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil ou nos demais países da América Latina ou do Caribe podem realizar as inscrições até o próximo domingo (12 de maio) por meio do site www.fbb.org.br/premio

As vencedoras serão conhecidas na premiação, prevista para outubro. Todas as categorias são relacionadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Nas categorias nacionais e nas premiações especiais, os finalistas irão concorrer a R$ 700 mil reais em prêmios, sendo R$ 50 mil para o primeiro colocado, R$ 30 mil para o segundo e R$ 20 mil para o terceiro. Todas as instituições finalistas, incluindo as categorias internacionais irão receber um troféu e um vídeo retratando sua iniciativa. As tecnologias sociais que promovem a igualdade de gênero e o protagonismo e empoderamento da juventude receberão um bônus de 5% na pontuação total obtida na classificação.

Promovido a cada dois anos, o Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social reconhece e certifica tecnologias sociais para que passem a integrar o Banco de Tecnologias Sociais (BTS) – uma base de dados on-line que apresenta soluções para demandas sociais, desenvolvidas por instituições de todo o País, que podem ser consultadas por tema, entidade executora, público-alvo, região, UF, entre outros. As informações sobre as tecnologias sociais abrangem o problema, a solução adotada, a forma de envolvimento da comunidade, os municípios atendidos, os recursos necessários para implementação de uma unidade da Tecnologia Social, entre outros detalhamentos. Atualmente o BTS apresenta 986 tecnologia sociais do Brasil e da América Latina. Para consultar o BTS, acesse: http://tecnologiasocial.fbb.org.br/tecnologiasocial

Confira as categorias desta edição:

       Categorias nacionais:

  • "Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital”
  • “Educação”
  • “Geração de Renda”
  • “Meio Ambiente”

      Premiações especiais:

  • “Mulheres na Agroecologia”
  • “Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico”
  • “Primeira Infância”

      Categoria internacional

  • "Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital”
  • “Educação”
  • “Geração de Renda”
  • “Meio Ambiente”

Nesta edição, o concurso tem a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Instituto C&A, Ativos S/A e BB Tecnologia e Serviços, além da cooperação da Unesco no Brasil e apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Ministério da Cidadania e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

 

Publicado em Notícias