Sexta, 12 Fevereiro 2021 15:12

Voos altos pela educação Destaque

Escrito por Alenor Alves
Avalie este item
(1 Votar)

Portal Interna   Gerando Falcões

Fundação BB, banco BV  e ONG Gerando Falcões pela inclusão digital de crianças e adolescentes

Neste contexto de distanciamento social e o enfrentamento das causas da pandemia da Covid-19 a Fundação Banco do Brasil firmou parceria com o banco BV em apoio ao instituto Gerando Falcões, com sede em Poá (SP). Esta união de esforços tem o propósito de destinar recursos para que jovens estudantes de escolas públicas de 16 estados do país e moradores de regiões periféricas da grande São Paulo possam ter um maior acesso às novas tecnologias e à um aplicativo de ensino.

A parceria dá prosseguimento às ações de Ajuda Humanitária, que tem o objetivo de dar assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade social em função de situações de calamidades, situações de emergência tal qual a atual pandemia. O Gerando Falcões também tem conexão com a Educação para o Futuro. Tanto Ajuda Humanitária quanto Educação para o Futuro são programas estruturados de atuação da Fundação BB, assim como Meio Ambiente e Renda, Tecnologia Social e Voluntariado.

Um dos impactos da pandemia foi o necessário distanciamento social e a realização de aulas, tanto em escolas públicas quanto particulares, à distância por meio da internet.  E o Instituto Gerando Falcões, organização da sociedade civil de reconhecida atuação em periferias e favelas, desenvolveu o projeto “Cesta Digital” que já arrecadou R$ 20 milhões e destinou alimentos para 66 mil famílias em 335 comunidades do Brasil.  Para dar continuidade na assistência destas pessoas foram estruturadas ações com foco na educação.

Educação para o futuro da geração Z

O projeto “Bolsa Digital”, também desenvolvido pelo Gerando Falcões, oferece acesso à internet para crianças, adolescentes e jovens de comunidades e favelas.  O Instituto desenvolveu aplicativo cujo conteúdo oferece vídeo aulas feitas por professores integrados à entidade e que atuam nos campos de formação emocional, reforço escolar, preparação para o Enem, cultura e apoio ao microempreendedor.  Dentro do projeto "Bolsa Digital" foi promovida a campanha #DoeumFuturo com a meta de atender 10 mil participantes em idade escolar, moradores de mais de 90 comunidades de periferias de grandes cidades brasileiras, ao custo mensal de R$ 19,90 por pessoa atendida. Foram integrados no público assistido egressos do sistema prisional que passaram a gerar renda às famílias.

Gerente da equipe de Portfólio da Fundação BB, Rodrigo Octávio, reconhece neste projeto uma oportunidade de apoiar camadas mais vulneráveis da população brasileira. “Buscamos com estas ações ajudar pessoas, com inclusão digital,  qualificação profissional e melhor acesso ao estudo”, comentou.

Nina Rentel, diretora de Operações da Gerando Falcões, explica que o Bolsa Digital e a inclusão cidadã por meio do acesso à educação via internet são possíveis graças às parcerias e ao mapeamento de demanda realizado com os públicos que temos contato em comunidades de cidades brasileiras. “Interessante pensarmos que estes jovens vivem em situações específicas e contextos ímpares, contudo as necessidades e exigências do mercado estão aí e em crescente grau de complexidade”, declarou.

Ler 225 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.