Sexta, 10 Maio 2019 16:51

Um banho de solidariedade Destaque

Escrito por Fabiana A. Vieira
Avalie este item
(1 Votar)

Voluntários de Porto Alegre (RS) oferecem banho quente e roupas limpas para moradores de rua do Centro da cidade

 
Para quem está em situação de extrema vulnerabilidade social, em condições precárias e que nem um lar possui para se abrigar, viver na rua pode ser a única opção. Em grandes cidades essa dura realidade já faz parte do dia-a-dia de algumas pessoas que por dificuldade familiar, psicológica, social ou financeira, acabaram em situação de rua,sobrevivendo sem os cuidados básicos que um lar oferece - como por exemplo um simples banho.
 
Em Porto Alegre (RS), um grupo de pessoas se mobilizou para oferecer um pouco de conforto e dignidade às pessoas em situação de rua. A iniciativa começou em 2016 e um ano depois foi fundada a ONG Voluntários do Centro Social da Rua, em atuação até hoje. O objetivo principal é atender homens e mulheres com o projeto Banho Solidário.
 
A ação acontece da seguinte forma: uma vez por semana, sempre aos domingos, o grupo de voluntários se desloca para um local onde as pessoas em situação de rua costumam se abrigar e oferece uma série de preparos para o banho solidário. Inicialmente eles recebem um número de atendimento, depois é servido um lanche (em geral sanduíches, biscoito, café). Em seguida, escolhem o que vestir em araras de roupas doadas e recebem kits de higiene: toalha, creme e escova dental, sabonete e mini xampus. Por último, vão para o banho, em um espaço com dois boxes de chuveiros, (masculino e feminino) com água quente.
 
A estrutura é deslocada por um reboque de carro e utiliza locais que disponibilizam a água gratuitamente ao projeto, geralmente uma escola municipal, um estacionamento, o Teatro São Pedro e a Catedral metropolitana. A cada edição do Banho Solidário são atendidas cerca 60 pessoas, mas o grupo já chegou a atender 112 moradores em um único dia. Em 2018 foram contabilizados 4.800 atendimentos.
 
Segundo Letícia Andrade, coordenadora geral da ONG, nas primeiras ações do Banho Solidário a reação foi de desconfiança. “Eles achavam que a gente tinha algum interesse por trás daquela ação. Não acreditavam que  estávamos  fazendo apenas pelo bem. Diziam que era difícil de acreditar que a gente largava a família no domingo para ficar com eles, mas com o passar do tempo,  começaram a respeitar  e a acreditar no projeto”, relata.
 
A iniciativa busca fomentar que essas pessoas encontrem novos caminhos e possibilidades, por meio do resgate de sua visibilidade, de sua autoestima, do apoio e da promoção de seus talentos, acrescenta Letícia. E explica ainda,  que com a consolidação do Banho Solidário, outras ações foram agregadas ao projeto.
 
Assim nasceu a Lavanderia da Rua (em funcionamento desde maio de 2018), o Banco de Doações de roupas e calçados com repasse para outras instituições assistenciais dos materiais sobressalentes; os Cursos de formação focando em qualificação e possível contratação no mercado de trabalho; o Curso de jardinagem em edifícios (já em andamento); o Banco de vagas de trabalho e acompanhamento (em inicio de implementação); a Assistência Jurídica (em funcionamento, com uma equipe de três advogados voluntários);  o Atendimento odontológico (equipamentos já disponíveis);  o Atendimento médico (dermatologista e oftalmologistas voluntários); o Atendimento psicológico (em funcionamento desde maio de 2018, com uma equipe de dois psicólogos); e o Suporte a dependentes químicos e familiares com encaminhamento à desintoxicação (equipe de trabalho de seis pessoas).
 
A coordenadora explica que as ações foram adaptadas de acordo com as necessidades das pessoas atendidas. A Lavanderia de Rua, por exemplo, foi desenvolvida para contribuir com a qualidade de vida e saúde, garantindo acesso mínimo à higiene pessoal. “Assistimos muitas vezes as pessoas atendidas pelo Banho Solidário lavando roupas no próprio chuveiro ou até mesmo na pequena pia que se usa para escovar os dentes". Agora, os moradores lavam e secam suas roupas adequadamente, podendo reutilizá-las ao invés de descartá-las.
 
Voluntários vencedores

O grupo Voluntários do Centro Social da Rua foi um dos vencedores do Prêmio Viva Voluntário, realizado pelo Governo Federal, em 2018, com apoio da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O Prêmio faz parte do Programa Nacional Viva Voluntário que identifica e incentiva o desenvolvimento da cultura do voluntariado e de educação para a cidadania, com o objetivo de fortalecer as organizações da sociedade civil e promover uma participação ativa da sociedade. A ONG venceu a categoria “organizações da sociedade civil” e recebeu o investimento social de R$ 50 mil da Fundação Banco do Brasil, para a manutenção dos seus projetos. Letícia relata que por meio deste investimento foi feita a aquisição de uma caixa d’água, um carro e um gerador. “Nos próximos meses nosso grupo terá autonomia para atender toda a cidade, e não só nos locais onde é cedida a água”, afirma.
 
Viva Voluntário
O programa Viva Voluntário também disponibiliza a plataforma Viva Voluntário - que funciona em formato de rede social para conectar cidadãos, empresas e membros da sociedade civil que buscam ou promovam oportunidades de trabalho voluntário. A plataforma tem abrangência nacional e busca dar visibilidade a ações voluntárias que acontecem em todo o país, possibilitando a junção entre organizações e voluntários.
Acesse para saber mais https://vivavoluntario.org/
 
Como ajudar
Atualmente, todas as doações para o Banho Solidário são feitas pela sociedade civil. São doados material de higiene, roupas, toalhas, calçados, ou dinheiro (através do PagSeguro) e além disso, muitas pessoas auxiliam na preparação dos alimentos entregues no dia do banho. Os interessados também podem se voluntariar para as ações semanais que são organizadas por meio das redes sociais da ONG.
Acesse o perfil https://www.facebook.com/banhosolidariors ou participe do grupo no Facebook Amigos do Banho Solidário – POA.

 

Confira aqui os outros vencedores do Prêmio Viva Voluntário:

Voluntariado nas Organizações da Sociedade Civil

Voluntariado no Setor Público

Líder Voluntário

Ler 1145 vezes Última modificação em Quarta, 26 Junho 2019 09:57

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.