Sexta, 07 Julho 2017 15:28

Projeto Cataforte fortalece organização em rede de catadores Destaque

Escrito por Naiçara Garbin Lombardi/Assessoria Ceadec
Avalie este item
(0 votos)

Trabalhadores debateram planos de negócios para empreendimentos solidários em ciclo de seminários regionais

Com o objetivo principal de ampliar conhecimentos, inserindo catadores de materiais recicláveis participantes do Cataforte 3 como protagonistas em discussões, a Fundação Banco do Brasil e o Escritório Nacional do Cataforte (Ceadec) promoveram seminários nas cidades de Brasília, Salvador, São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte. Nos cinco encontros realizados, participaram cerca de 200 catadores e técnicos, além de representantes das 33 redes que integram o projeto.

Os eventos tinham como finalidade fortalecer e ampliar os processos produtivos por meio da estruturação de iniciativas de negócios sustentáveis coletivos e autogestionários que sirvam de referência para outras redes.

Durante os eventos, as trocas de informações se tornaram importantes ferramentas para a construção de planos de negócios e serviram de estímulo na busca de um modelo ideal de empreendimentos socialmente inclusivo, ambientalmente responsável e economicamente sustentável.

Dentre as oportunidades de negócios debatidas nos seminários estão o beneficiamento de óleo e gordura residual (OGR) e do vidro, a prestação de serviços de coleta, triagem e reciclagem, a verticalização de polímeros, e a comercialização dos produtos reciclados.

“Encontrar as outras Redes nesses eventos faz muita diferença na vida dos catadores (as). São experiências muito valiosas que a gente leva para nosso Estado. O sonho de todas as Redes é comercialização conjunta, é sair da mão do atravessador e chegar na indústria, então aqui percebemos que com o Cataforte III estamos no caminho certo“, afirma Nair Rodrigues Vieira, integrante da Rede Uniforte Goiânia.

Kelson Galdino Santos, do Cata Bahia PB, observou a transformação que o projeto trouxe na vida dos catadores. “O Cataforte veio pra estruturar e fortalecer as associações e cooperativas de uma forma diferente que é mostrando os caminhos, e nos ensinando a vencer as dificuldades. Isso modificou a forma de visão do catador e a nossa forma de trabalho. Hoje somos parte do processo, conhecemos as ferramentas para lutar por nossos direitos e mudar nosso futuro”.

O projeto
O Cataforte teve início em 2007 e contribuiu para a constituição e fortalecimento de empreendimentos econômicos solidários formados por catadores de materiais recicláveis. Desde 2014, o Cataforte III habilitou 33 redes de empreendimentos solidários, formadas por cooperativas e associações de catadores de materiais recicláveis. Contou com recurso de R$ 30,5 milhões, por meio de convênio que integrou a Fundação BB, o Banco do Brasil, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), o Ministério do Trabalho, com a Secretaria Nacional de Economia Solidária (MTE/Senaes), o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Petrobras, com o apoio do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR). Ainda em execução, valor previsto para esta fase é de 200 milhões.

A realização deste projeto contempla cinco Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

01ods 100x100 05ods 100x100 08ods 100x100 010ods 100x100 011 ods 100x100

Ler 437 vezes Última modificação em Quinta, 31 Agosto 2017 11:51

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.