Segunda, 13 Maio 2019 16:49

Projeto capacita pessoas em situação de rua em São Paulo Destaque

Escrito por Dalva de Oliveira
Avalie este item
(1 Votar)

Portal  Hortas Urbanas
Participantes do Cidadão Sustentável receberam certificados e já podem atuar profissionalmente em Agricultura Urbana Agroecológica

Na quarta-feira (8), o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de São Paulo foi palco da formatura de treze educandos do curso de Agricultura Urbana Agroecológica, das turmas da Horta Escola Lucy Montoro e Horta Social Urbana, do Projeto Cidadão Sustentável. A iniciativa pioneira é realizada pela Associação de Resgate à Cidadania por Amor à Humanidade – ARCAH, com a parceria da Fundação Banco do Brasil e da Prefeitura Municipal de São Paulo, para promover a reintegração social de pessoas em situação de rua.

O curso tem duração de três meses e ajuda homens e mulheres na qualificação profissional, por meio de capacitação técnica para produção de alimentos orgânicos. As disciplinas promovem formação sociopedagógica, embasada no ensino de permacultura, empreendedorismo, agroecologia e psicologia humanista. Serão formadas mais oito turmas até o início de 2020.

O projeto Horta Social Urbana/Cidadão Sustentável proporciona a integração e inserção ao mercado de trabalho. Além disso, contribui para a zeladoria de espaços urbanos e amplia a oferta de alimentos livres de agrotóxicos. As hortaliças e legumes produzidos e colhidos são de uso diário dos alunos. Também são encaminhados para os diferentes Centros de Acolhida onde estão os educandos participantes.

Desde o começo do ano, o projeto viabilizou emprego para três educandos de turmas anteriores. José Raimundo da Costa começou a trabalhar como folguista (pessoa que cobre a folga de algum funcionário) na área de montagem da GL Events Brasil; Joseval da Silva Machado é auxiliar de permacultura na Horta Social Urbana e Elias da Silva trabalha como auxiliar de limpeza no Centro Temporário de Acolhida da Vila Mariana.

“Quando o projeto foi apresentado à Fundação Banco do Brasil, percebemos o potencial que ele tinha para a transformação social das pessoas, do público do projeto, e que era muito significativo. Foi uma iniciativa que tivemos muito orgulho de apoiar e agora fazemos questão de participar desse momento tão importante para todos vocês”, declarou Mariana Oliveira, assessora da Fundação BB.

Ler 579 vezes Última modificação em Segunda, 13 Maio 2019 16:58

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.