Quarta, 02 Janeiro 2019 10:26

Projeto capacita jovens rurais na produção agropecuária em Canindé (CE) Destaque

Escrito por Vanessa Campos
Avalie este item
(1 Votar)

Investimento da Fundação BB e BNDES beneficia mais de 100 famílias que vivem em assentamento

A falta de água na região de Canindé, mais especificamente na comunidade do Logradouro II, no Ceará, não será mais percalço enfrentado há anos por mais de 100 famílias que vivem no local. Com o investimento de R$ 136 mil da Fundação Banco do Brasil e do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Associação dos Assentados do Imóvel Logradouro II tem o desafio de capacitar jovens rurais e assegurar a produção agropecuária e a criação de pequenos animais, com medidas que garantam recursos hídricos e suporte para o manejo na criação de ovinos e caprinos.

Criada em 1990, a entidade tem como objetivo, preparar os jovens rurais do assentamento, tornando-os multiplicadores de técnicas agrosilvopastoril, com ênfase em tecnologias sociais, plantação e manejo de plantas forrageiras para a formação de reserva estratégica alimentar. Além disso, o trabalho foca o manejo em bases agroecológicas no bioma da caatinga do semiárido, qualificando o plantel de animais existentes para inserção na cadeia produtiva de caprinos.

Mais de 20 jovens receberam capacitação teórica sobre as novas técnicas de agrosilvopastoril (um sistema para integrar lavouras com espécies florestais e outras pastagens para animais) e sobre a convivência no semiárido, além de receberem informações de acesso ao mercado. Todos plantam mudas e participam do processo de cultivo das sementes forrageiras (que servem como alimento de animais no pasto ou podem ser guardadas para uso posterior) e leguminosas, que são suporte como alimento nutritivo para rebanhos de caprinos e ovinos.

Conforme o presidente da associação, Domingos Sávio, há muitos anos a comunidade sofria com a falta de água e de estrutura. “Estou no assentamento há muito tempo. Esse projeto é extremamente importante para toda a comunidade. Nós não tínhamos água, não tínhamos máquina para fazer picadeira de pau. Hoje temos vários tambores, cercado e recuperamos tudo. Temos um poço e estamos felizes com todas as conquistas”, afirma o agricultor.

A associação teve origem com a ocupação e seguinte desapropriação da Fazenda Tiracanga Logradouros, em 1989, pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra do Brasil (MST).

Edital Juventude Rural

Desenvolvido em parceria com a Fundação Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Secretaria nacional de Juventude (SNJ/SGPR), o edital Juventude Rural surgiu a partir de uma ação emergencial para que a juventude rural tivesse ampliação de direitos, estruturados pelo Programa de Fortalecimento da Autonomia Econômica e Social (Pajur).

O edital tem como objeto o apoio a projetos voltados à estruturação de empreendimentos econômicos coletivos, visando ao fortalecimento da autonomia econômica e social da juventude rural de base familiar.

O total de recursos financeiros previsto para o apoio a projetos selecionados no edital foi de R$ R$ 7,6 milhões, investidos pela Fundação Banco do Brasil e Fundo Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Foram recebidas 569 propostas no edital, sendo 51 projetos selecionados.

Ler 841 vezes Última modificação em Quinta, 03 Janeiro 2019 15:00

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.