Quarta, 17 Maio 2017 10:54

Prêmio de tecnologia social seleciona projetos do Brasil, America Latina e Caribe Destaque

Escrito por Dalva de Oliveira
Avalie este item
(0 votos)

Entidades sem fins lucrativos podem inscrever soluções para desafios sociais até 31 de maio

Com seis categorias nacionais e uma internacional, todas relacionadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social vai reconhecer e premiar projetos considerados modelos de soluções para transformação social no Brasil e nos países da América Latina e Caribe. As inscrições para esta edição seguem abertas até o dia 31 deste mês.

Nas categorias nacionais, os interessados podem inscrever seus trabalhos nas áreas "Água e Meio Ambiente"; "Agroecologia"; "Economia Solidária"; "Educação"; "Saúde e Bem-Estar" e "Cidades Sustentáveis e Inovação Digital". O primeiro lugar de cada categoria irá receber R$ 50 mil e as 18 instituições finalistas, troféu e vídeo retratando sua iniciativa.

Na categoria internacional, a modalidade disponível é "Água e Meio Ambiente, Agroecologia ou Cidades Sustentáveis", destinada a iniciativas realizadas nos países da América Latina e do Caribe, e que possam ser reaplicadas no Brasil. A participação é aberta a instituições sem fins lucrativos, como fundações, organizações da sociedade civil e instituições de ensino e pesquisa. As tecnologias sociais que promovem o protagonismo e o empoderamento feminino vão receber um bônus de cinco por cento na pontuação total obtida.

“Com o Prêmio, buscamos prestigiar a capacidade do povo brasileiro em encontrar soluções para problemas sociais. Neste ano, em especial, estamos apostando também em experiências desenvolvidas na América Latina e no Caribe. A ideia é identificar tecnologias sociais capazes de serem reaplicadas em outras localidades", declara o gerente de Parcerias Estratégicas e Modelagem de Programas e Projetos, João Júnior.

Atualmente, uma série de tecnologias sociais certificadas, finalistas e vencedoras do Prêmio estão sendo reaplicadas pela Fundação BB e seus parceiros, a exemplo das cisternas de placas no Semiárido, e de outras tecnologias sociais que são implantadas nos residenciais do programa Minha Casa Minha Vida: “Bibliotecas Comunitárias Vaga Lume”; “Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos e Agricultura Urbana - Revolução dos Baldinhos”; “Produção Agroecológica de Alimentos em Meio Urbano”; “Rede Criar – Joias Sustentáveis na Ilha das Flores”; “Transformando Realidades por meio da Mobilização e Organização Comunitária”.

Outras três tecnologias estão sendo reaplicadas para combater problemas que atingem cerca de duas mil famílias ribeirinhas e rurais do Amazonas, com foco especial na primeira infância, “Hb: Tecnologia Social de Combate à Anemia Ferropriva”, “SODIS (desinfecção de água)”, “Banheiro Ecológico: saneamento descentralizado para comunidades ribeirinhas”.

Com dezesseis anos de existência e em sua nona edição, o Prêmio é considerado uma das principais iniciativas que premiam ações sociais realizadas no País. Concedido pela Fundação BB, este ano o concurso tem a cooperação da UNESCO no Brasil e o apoio do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Banco Mundial, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Representantes das experiências finalistas participarão também do Fórum Internacional de Tecnologia Social, a ser realizado em Brasília (DF), em novembro deste ano, que contará com a presença de especialistas no tema. Entidades de tecnologias certificadas, integrantes do Banco de Tecnologias Sociais (BTS), também serão convidadas. O objetivo do encontro é debater o conceito de tecnologia social como instrumento do desenvolvimento sustentável.

Para serem certificadas, as iniciativas precisam ser reconhecidas como soluções capazes de causar impacto positivo e efetivo na vida das pessoas, já implementadas em âmbito local, regional ou nacional e passíveis de serem reaplicadas.

As metodologias certificadas farão parte do BTS da Fundação BB, que já tem 850 iniciativas. O banco é uma base de dados online que reúne metodologias reconhecidas por promoverem a resolução de problemas comuns às diversas comunidades brasileiras. O conteúdo está disponível também nas versões em inglês, francês e espanhol e pode ser consultado no celular, pelos sistemas operacionais iOS e Android.

Os resultados de cada etapa do Prêmio de TS serão divulgados no site da Fundação Banco do Brasil (www.fbb.org.br) e no BTS (tecnologiasocial.fbb.org.br).

A leitura do regulamento e o procedimento de inscrição podem ser feitos no site: www.fbb.org.br/premio

A divulgação deste prêmio contempla todos os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17

 

 

Ler 653 vezes Última modificação em Terça, 30 Maio 2017 15:09

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.