Segunda, 04 Fevereiro 2019 11:00

Fundação BB e parceiros encerram projeto social na capital paulista com resultado positivo

Escrito por Dalva de Oliveira
Avalie este item
(1 Votar)
Fundação BB e parceiros encerram projeto social na capital paulista com resultado positivo Foto acervo Rede Cidadã

Em um ano, 2.881 pessoas foram capacitadas, 2.767 pessoas encaminhadas ao mercado de trabalho e 1.191 acompanhadas

Em 2018, a Fundação BB fez parceria com a Rede Cidadã e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social (SMADS) de São Paulo para possibilitar a inclusão social de 2 mil pessoas que viviam em situação de rua na cidade de São Paulo, com o objetivo de ingressá-los ao mercado de trabalho. A ação também teve como público-alvo, catadores de materiais recicláveis, educadores de escolas municipais e moradores de empreendimento habitacional de interesse social.

O recurso da Fundação BB foi de R$ 1,2 milhão e contrapartida de R$ 108 mil da Rede Cidadã. Em um ano, foram 2.881 pessoas capacitadas, 2.767 pessoas encaminhadas ao mercado de trabalho e 1.191 acompanhadas. O projeto contou, ainda, com a parceria de centros de acolhimentos. As oportunidades de emprego foram ofertadas pelas empresas Vivenda do Camarão, Rihappy, Verzani & Sandrini e Soma.

Joelson Almeida dos Santos foi um dos primeiros contratados do grupo Verzani e Sandrini e completou 1 ano e 6 meses de trabalho. Recém-chegado das férias, onde passou 20 dias com a sua família na cidade de Esplanada, na Bahia, ele relata com orgulho as mudanças que aconteceram na sua vida. Saiu do Centro de Acolhida e está em moradia autônoma; retomou contato com os filhos; fez tratamento durante um ano e conseguiu sanar a dependência alcoólica. O jovem sonha em dar um futuro mais digno para seus dois filhos, pois não gostaria que eles passassem pela mesma situação que ele passou. Agora ele também está atento com seu autocuidado, para que nada mais se desalinhe em sua vida. Para ele todas as oportunidades foram como um renascimento. “Sou muito grato pelo que o programa fez por mim. Sem essa oportunidade e sem esse cuidado de todos envolvidos nada disso seria possível. Tenho orgulho do homem que me tornei e tenho orgulho do meu trabalho e de todos vocês”, disse.

Para Carla Rabelo, assessora da Fundação BB, a proposta cumpriu o seu papel. “Acreditamos que o projeto proporcionou muitas oportunidades para esses jovens e adultos que viviam à margem da sociedade e precisavam de um apoio para uma vida digna, com emprego e renda, regaste da autoestima e de respeito”, disse.

Ler 708 vezes Última modificação em Quarta, 06 Fevereiro 2019 09:27

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.