Terça, 20 Março 2018 11:19

Acordo de cooperação promove recuperação de nascentes e mananciais de Minas Gerais Destaque

Escrito por Dalva de Oliveira e Paula Crepaldi
Avalie este item
(1 Votar)

Parceria entre Fundação Banco do Brasil e a companhia de saneamento do estado foi formalizada nessa segunda-feira (19) durante o 8º Fórum Mundial da Água

A Fundação Banco do Brasil firmou acordo de cooperação com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa para promover ações de preservação e recuperação de nascentes e mananciais do estado de Minas Gerais. A assinatura aconteceu na Feira do 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília (DF).

O recurso no valor de R$ 8,5 milhões será investido na continuidade das ações do programa Pró-Mananciais e usado na implementação de tecnologias sociais - como Fossas Sépticas Biodigestoras (sistema de tratamento de resíduos de dejetos de animais) e cisternas para captação de água da chuva - e ações de mobilização social nas comunidades, realização de oficinas e adequação de estradas.

O Programa Pró-Mananciais é responsável por mobilizar as comunidades e parceiros estratégicos locais - reunidos no Coletivo Local de Meio Ambiente (COLMEIA) - para proteger e conservar mananciais utilizados pela Copasa para o abastecimento da rede pública. Entre as diversas atividades desenvolvidas estão o cercamento de nascentes, plantio de mudas nativas em mata ciliar e implantação de bacias de contenção de enxurradas. O Coletivo Local de Meio Ambiente (COLMEIA) participa de maneira colaborativa das etapas de diagnóstico, planejamento, construção e acompanhamento do plano de ações na microbacia escolhida.

O Pró-Mananciais teve início em 2017, envolvendo 58 cidades mineiras, com ações de proteção e de recuperação das águas, desde as nascentes até o ponto de captação. Para 2018 a expectativa é de que sejam beneficiados 149 municípios – um crescimento de mais de 50%, com prioridade para os mais impactados pela crise hídrica e que demandam ações emergenciais de conservação das águas. 
Assinaram o acordo, o presidente da Fundação BB, Asclépius Soares e a diretora-presidente da Copasa, Sinara Inácio Meireles Chena.

Água
O esforço em realizar ações para preservar os recursos hídricos faz parte da trajetória da Fundação Banco do Brasil. A Fundação BB e parceiros construíram no semiárido brasileiro mais de 100 mil cisternas para consumo básico, produção de alimentos e criação de pequenos animais. Nos últimos cinco anos, o investimento de mais de R$ 340 milhões beneficiou 400 mil famílias na convivência com as condições extremas da seca.  
 
Cerca de 70 tecnologias sociais relacionadas ao tema água fazem parte Banco de Tecnologias Sociais (BTS), um acervo online gratuito, disponível também em dispositivos móveis. São iniciativas para armazenamento,uso e reúso de água, armazenamento, fossas sépticas para saneamento, barragens, entre outras. Os visitantes da Feira podem conhecer o BTS no estande da Fundação BB, no espaço Feira, com demonstração em mesa interativa das possibilidades de pesquisa no portal e aplicativo BTS.

A divulgação deste projeto contempla quatro Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

06 ods100x100 013ods 100x100 014ods 100x100 015ods 100x100

 

Ler 4793 vezes Última modificação em Sexta, 23 Março 2018 17:22

3 comentários

  • Link do comentário Fundação Banco do Brasil Segunda, 21 Maio 2018 14:59 postado por Fundação Banco do Brasil

    Olá José Carlos. Agradecemos por entrar em contato com a Fundação BB. Em breve será lançado um edital para seleção de projetos. Você pode acompanhar as informações referentes a esse assunto na seção "editais e licitações" em nossa página fbb.org.br ou em nossas redes sociais twitter@fundacaobb, facebook.com/fundacaobb, instagram.com/fundacaobb, youtube.com/fundacaobb, linkedin.com/company/fundacaobb.

  • Link do comentário JOSÉ CARLOS PINHEIRO DE SOUSA Sexta, 18 Maio 2018 16:05 postado por JOSÉ CARLOS PINHEIRO DE SOUSA

    oi meu nome é JOSÉ CARLOS na comunidades em que resido ainda ha nascentes, é possível uma avaliação do programa

  • Link do comentário JOSE Raimundo de Assunção Sexta, 23 Março 2018 19:42 postado por JOSE Raimundo de Assunção

    Olá
    Como posso receber mais informações para participar. O meu terreno faz parte da bacia do Rio São Francisco e tem algumas nascentes que secaram na região devido ao plantio de eucalipto e a pecuária.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.