Quinta, 09 Março 2017 18:25

Fundação BB e CAF assinam termo para ações conjuntas de inclusão socioprodutiva

Escrito por Assessoria de Comunicação
Avalie este item
(1 Votar)

Atividades futuras serão voltadas para a redução da pobreza, a promoção da inclusão socioprodutiva e do desenvolvimento sustentável do Brasil

Reduzir a pobreza e promover o desenvolvimento sustentável no País são as expectativas do memorando de entendimento firmado na terça-feira, 7, entre a Fundação BB e o CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A atuação conjunta viabilizará projetos de inclusão socioprodutiva, relacionados aos temas Agroecologia, Agroindústria, Água, Educação e Resíduos Sólidos e voltados à adaptação ou mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

O acordo prevê a realização de atividades que amplifiquem a atuação das instituições, tais como estudos e pesquisas, capacitações, intercâmbio de informações, elaboração de publicações e disponibilização de recursos para apoio a projetos conjuntos. “Para nós, esta cooperação é muito valiosa, uma vez que possibilita ao CAF e à Fundação um trabalho conjunto na valorização da inovação social voltada para a melhoria da qualidade de vida e do desenvolvimento sustentável", declarou Victor Rico, diretor-representante do banco no País.

O primeiro fruto da parceria será o apoio do CAF na realização do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, reconhecimento bienal que identifica, certifica e promove as tecnologias sociais efetivas na resolução de problemas sociais. O presidente da Fundação BB, Asclepius Soares, explicou que neste ano a certificação de tecnologias sociais contará com uma categoria internacional e que a expertise e o respaldo do CAF podem fortalecer o prêmio. "Esse ano é importantíssimo que o CAF esteja conosco porque  vamos identificar tecnologias da América Latina e Caribe que possam ser reaplicadas no Brasil", afirmou.

Fundado em 1970, o CAF é um banco de desenvolvimento formado por 19 países – 17 da América Latina, além da Espanha e Portugal – e 14 bancos privados da América Latina. A instituição promove um modelo de desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito, recursos não reembolsáveis e apoio em estruturação técnica e financeira de projetos aos setores público e privado.

A realização deste projeto contempla seis Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

1 2 4 6 10 12

Ler 794 vezes Última modificação em Sexta, 10 Março 2017 10:11

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.