Segunda, 06 Fevereiro 2017 15:13

Entidades sem fins lucrativos podem inscrever projetos do Voluntariado BB Destaque

Escrito por Assessoria de Comunicação
Avalie este item
(2 votos)

Funcionário do banco cadastrado como voluntário precisa acompanhar todo o processo de inscrição

Estão abertas até o dia 3 de março de 2017 as inscrições de propostas de ações sociais e ambientais desenvolvidas por entidades sem fins lucrativos que tenham a atuação do Voluntariado BB. O certame selecionará iniciativas de inclusão socioprodutiva, geração de trabalho e renda, cuidado ambiental e educação. As propostas devem apresentar orçamento entre R$ 40 mil e R$ 60 mil. As inscrições devem ser feitas no Portal do Voluntariado BB.

Estão aptas a concorrer ao investimento social, não reembolsável, entidades sem fins lucrativos que atuem no terceiro setor, possuam cadastro no Banco do Brasil e tenham apoio de funcionários da ativa ou de aposentados cadastrados no Portal do Voluntariado. Estão impedidos de participar clubes, sindicatos, associações de funcionários de empresas públicas e privadas e igrejas ou instituições que ministrem cultos religiosos.

O processo seletivo envolve a sincronia de ações desenvolvidas por agências do BB, superintendências, Diretoria de Governo (Digov), Fundação Banco do Brasil (FBB) e pelo próprio voluntário, em sete etapas, que vão desde o encaminhamento da ficha até a habilitação. O voluntário participa de todo o percurso, acompanhando a fase de prospecção da entidade, a etapa de preenchimento do formulário de inscrição, o registro da proposta e, por fim, o desenvolvimento do projeto.

Maria Angela Porto Antonelli, funcionária da Gerência de Pessoas (Gepes) de Bauru (SP), conseguiu, em 2014, apoio para o projeto “Semeando Conhecimento”, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Bauru. Foram destinados R$ 69 mil para a capacitação profissional de pessoas com deficiência intelectual e profissional para os serviços de auxiliar de limpeza e lavanderia, auxiliar de cozinha, atendente de lanchonete e empacotador e repositor de supermercado. Os recursos possibilitaram a organização do curso para 155 inscritos e a aquisição de duas lousas digitais sensíveis ao toque, projetor multimídia, além de sistema de som e microfone, que dinamizaram o processo pedagógico, finalizado em 2016. “Foi maravilhoso! Após a conclusão do curso, o pessoal da APAE Bauru foi até a Gepes nos agradecer. Foi gratificante demais”, comemora.

Na chamada interna de 2016, foram aprovadas 78 propostas, com investimento social de R$ 4,3 milhões, contemplando 22 estados brasileiros. Nos últimos 10 anos, foram apoiados 579 projetos no valor de R$ 35 milhões com recursos do Banco do Brasil, da FBB e do Instituto Cooperforte. Neste ano, serão destinados R$ 3 milhões, divididos em até R$ 100 mil, por superintendência estadual.

Ler 1372 vezes

4 comentários

  • Link do comentário Astolfo moreira Sábado, 18 Fevereiro 2017 10:53 postado por Astolfo moreira

    Muito louvavel mais esta iniciativa do Banco do Brasil, e nos agricultores familiares precisamos destes apoios para ampliar e consolidar nossos projetos

    vamos apresentar nossa proposta e torcer para que de certo

    Cooperativa Central dos Agricultores familiares do Noroeste Mineiro-Alfa
    Astolfo Moreira - presidente

  • Link do comentário Bernadete Maria Hoffmann Berto Quarta, 15 Fevereiro 2017 14:40 postado por Bernadete Maria Hoffmann Berto

    Acredito que o envolvimento dos funcionários do BB em projetos para as instituições do Terceiro Setor são essenciais , na troca de experiencias, no acompanhamento dos projetos etc..
    O trabalho voluntário na realidade dá um novo sentido a existência de cada um.

  • Link do comentário francisca ramos de sousa Terça, 14 Fevereiro 2017 20:06 postado por francisca ramos de sousa

    Muito importante essa ação, envolver a sociedade na construção da cidadania.

  • Link do comentário Ednalva Santana Lima Quarta, 08 Fevereiro 2017 17:50 postado por Ednalva Santana Lima

    A associação dos pequenos agricultores do Riacho do Caboclo tb teve a horra de ser beneficiada pela FBB com o projeto juventude Rural Sustentavel em 2016 com um trator e com o mesmo esta sendo maravilhoso e aumentando a renda dos jovens, e trazendo melhoria para o homem do campo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.