Quarta, 08 Fevereiro 2017 16:58

Agricultores de Minas Gerais adotam tecnologia social para tratamento do esgoto

Escrito por Dalva de Oliveira
Avalie este item
(1 Votar)

Cem fossas ecológicas serão instaladas para destinação correta aos dejetos e evitar a contaminação da água

Para recuperar a qualidade da água dos rios que deságuam no Ribeirão Ipanema, o município de Ipatinga (MG) vai adotar um sistema simples no tratamento e reaproveitamento dos dejetos do vaso sanitário. Trata-se da Tecnologia Social “Fossa Ecológica-TEvap” ou Fossa Evapotranspiração. Além de tratar, o sistema dá um destino adequado aos resíduos, evita a contaminação da água e reduz os impactos ambientais e sociais no meio rural. O composto orgânico derivado do processo será usado nas plantações de bananeiras, plantas ornamentais e capim vetiver, apropriado para a recuperação de áreas degradadas.

O projeto intitulado "Sanear Rural” é fruto da parceria da Associação dos Agricultores Familiares de Ipatinga (AAGRIFIPA) com a Fundação Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que vão investir R$ 239 mil na implantação de cem fossas e na limpeza de outras 55 unidades já instaladas. O convênio será assinado nesta quinta-feira (9) e vai atender cem famílias que vivem do trabalho com a fruticultura, plantação de hortaliças, criação de gado leiteiro e turismo. Alguns associados fornecem alimentos para a merenda escolar do município. O projeto conta também com a parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e da Prefeitura Municipal de Ipatinga.

De acordo com Manoel Simões de Barros, extensionista agropecuário da Emater-MG, aproximadamente 95% do município, incluindo a área rural, faz parte da bacia hidrográfica do ribeirão, que deságua no Rio Doce. Ele explica que parte das unidades habitacionais dessa região ainda despejam seus resíduos sanitários diretamente nos cursos d’água. “Preocupamos com a questão da água da região, tanto a qualidade, como a quantidade”, disse. O projeto foi selecionado via edital, em 2016, para gerar renda e inclusão social para as famílias que foram impactadas pelo rompimento da barragem do Fundão, em Mariana, que poluiu a Bacia do Rio Doce.

Conheça o manual da Tecnologia Social TEvap

Conheça essa e outras tecnologias socias


Sobre a Fossa Ecológica


O sistema TEvap foi criado por Tom Watson, nos Estados Unidos, e adaptado por vários permacultores brasileiros. Nele ocorre a decomposição da matéria orgânica por bactérias, e a transformação em um composto com nutrientes para as plantas. O projeto foi finalista da sétima edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, apresentado pela Emater-MG e é uma das tecnologias certificadas no BTS de 2013.

A realização deste projeto contempla dois Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda da Organização das Nações Unidas com metas para o ano de 2030.

  

Ler 498 vezes Última modificação em Segunda, 20 Fevereiro 2017 11:18

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.